20 de mar de 2010

O Tao e o Amor



Os taoístas contam que, no início dos tempos,
o Espírito e a Matéria lutaram entre si um
combate mortal.

Finalmente o Espírito triunfou
– e a Matéria foi condenada a viver
para sempre no interior da Terra.

Antes que isto acontecesse, porém,
sua cabeça bateu no firmamento,
e reduziu a pedaços o céu estrelado.

A deusa Niuka saiu do mar, resplandecente
em sua armadura de fogo.
Fervendo as cores do arco-íris num caldeirão,
foi capaz de recolocar as estrelas em seu lugar,
mas não conseguiu encontrar dois pequenos cacos,
e o firmamento ficou incompleto.

Esta é a origem do amor:
duas almas sempre estão percorrendo a Terra,
em busca de sua Outra Parte.
Quando encontram, conseguem encaixar
os dois pedaços que faltam no céu,
e o Universo inteiro passa a fazer sentido para o casal.

Paulo Coelho
www.paulocoelho.com.br

Um comentário:

Daniele.. disse...

Mas, enquanto as duas almas não se encontram.. O que fazer???

É triste, se parar para pensar.. Quantas pessoas não vivem sozinhas, nunca tiveram um amor correspondido.

E o amor é tão lindo, tão bonito..
Ás vezes, dá uma medo de não conseguirmos achar a pessoa certa.

Beijo.