18 de set de 2009

Trabalha e Confia



Emmanuel

Muitas vezes, cansas-te das atividades
que a vida te pede; no entanto, é forçoso pensar
nos benefícios e vantagens que o trabalho te propicia.

Efetivamente, são muitas as dificuldades morais
que as tarefas do cotidiano amontoam no coração.
Basta, no entanto, reflitas no socorro e no auxílio
que elas te trazem para que lhes reconheças
a oportunidade e a grandeza.

Em muitas circunstâncias, o trabalho
te impõe fadiga e desgaste, mas, através dele próprio,
é que surpreendes os recursos indispensáveis
ao próprio refazimento, a fim de que te promovas
a encargos de nível mais alto.

Em muitos lances da estrada, provocará problemas
difíceis de resolver, contudo, pela solução
desses mesmos problemas, é que adquirirás
experiência suscetível de libertar-te da ignorância.

Por vezes, suscitará o aparecimento de adversários
gratuitos; todavia, é justamente nele que conquistas
as preciosas afeições que te prestigiem
e amparam a existência.

Em vários episódios do cotidiano,
te traz ao caminho a presença daqueles
que te causam prejuízos transitórios
por não te conseguirem auxiliar ou compreender,
mas exatamente com ele é que possuis
o apoio necessário, em favor daqueles
a quem mais amas.

Detém-te a observar as trilhas da existência
e perceberás que foi no trabalho que obtiveste
o aprendizado que te ilumina, o conhecimento
que te enriquece, o auxílio que te resguarda,
o apreço que te cerca, o amigo que te abençoa
e as melhores motivações para a aquisição
de segurança e competência.

Trabalha e confia sempre, oferecendo à vida
o melhor de ti mesmo e o melhor da vida
te virá ao encontro.

Compreendemos a pausa de repouso para
o refazimento preciso, a fim de prosseguirmos
trabalhando; entretanto, é imperioso reconhecer
que a inércia em si é ferrugem no arado
e golpe na produção.

Não recuses e nem percas o privilégio
de trabalhar, servindo ao bem, porque,
ainda mesmo nas circunstâncias mais constrangedoras,
o trabalho se te converterá numa bênção e,
ainda que te custe lágrimas, essas mesmas lágrimas,
se perseverares nele, se te transformarão
no caminho em alavancas de apoio e balizas de luz.

Emmanuel/Chico Xavier
do Livro Mais Perto

Nenhum comentário: