18 de nov de 2009

Começo de Luz



Tempestade que cai
Saneia a atmosfera...

A poda na roseira
A torna exuberante...

O cinzel sobre a pedra
Produz obra de arte...

A argila no cadinho
É porcelana pura...

O trigo na moenda
Se faz pão sobre a mesa...

Toda dor para alma
É começo de luz.

Extraído de Pão da Alma

Nenhum comentário: