21 de set de 2009

Trovas da Saudade


-Espíritos Diversos-


Para quem sofre no mundo
A morte seria um bem,
Se a saudade não marcasse
A nossa vida no Além.

Cid Franco
-*-*-


Das saudades que carrego
Coisa alguma sei dizer...
Coração sabe sentir
Mas não consegue escrever.

Azevedo Cruz
-*-*-


Afirmas que o nosso afeto
Foi um sonho que passou;
Desencarnei, mas não tenho
Um coração de robô.

Toninho Bittencourt
-*-*-


Depois da morte, escrever-te
Seria conversa vã;
Não posso chamar-te “esposa”,
Nem quero chamar-te “irmã”.

Lívio Barreto



Meu estoque de lembranças.
Tantos detritos concentram,
Que a saudade me procura,
Abro a porta e ela não entra.

Lulu Parola
-*-*-


A morte destrói a posse
De tudo que nos domina,
Mas a saudade renasce
De toda e qualquer ruína.

Luciano Reis
-*-*-


Após deixamos a Terra,
O pior que nos alcança,
É o suplício da saudade
Que chora sem esperança.

Francisco Otaviano



De amores, o amor que fica
Sob a saudade tenaz
É o amor silencioso
Da união que não faz.

Maria Dolores
-*-*-



Passei por tantos desgostos,
Tantas pedras que, hoje em dia,
Apenas sinto saudades
Das saudades que eu sentia.

Cleomenes Campos
-*-*-


Estou feliz mas não livre,
Tenho saudades de pai...
Estou na “Dança do índio
Que faz que vai mais não vai.

Jaks Aboab
-*-*-


Uma trova de saudade?...
Debalde tento compor,
Cedo aprendi que a saudade
É sempre filha do amor.

Auta de Souza
-*-*-

Espíritos Diversos/Chico Xavier
do Livro Pétalas da Primavera

Nenhum comentário: