8 de dez de 2009

Presépio



As esculturas e quadros que enfeitavam
os templos para ensinar os fiéis,
além das representações teatrais semi-litúrgicas
que aconteciam durante a Missa de Natal
serviram de inspiração para que se criasse o presépio.
A tradição católica diz que o presépio (do lat. praesepio)
surgiu em 1223, quando São Francisco de Assis quis celebrar
o Natal de um modo o mais realista possível e, com a permissão
do Papa, montou um presépio de palha, com uma imagem
do Menino Jesus, da Virgem Maria e de José, juntamente
com um boi e um jumento vivos e vários outros animais.
Nesse cenário, foi celebrada a Missa de Natal.

O sucesso dessa representação do Presépio foi tanta
que rapidamente se estendeu por toda a Itália.
Logo se introduziu nas casas nobres européias
e de lá foi descendo até as classes mais pobres.
Na Espanha, a tradição chegou pela mão do Rei Carlos III,
que a importou de Nápoles no século XVIII.
Sua popularidade nos lares espanhóis e latino-americanos
se estendeu ao longo do século XIX, e na França,
não o fez até inícios do século XX].
Em todas as religiões cristãs, é consensual que o Presépio
é o único símbolo do Natal de Jesus verdadeiramente
inspirado nos Evangelhos.


Fonte:Wikípédia

Nenhum comentário: