30 de out de 2009

Obsessão



Filhos, não olvideis que os vossos afetos
invisíveis do pretérito procuram interferir
negativamente em vossos justos anseios
espirituais do presente.

De todas as formas, eles buscarão se insinuar
em vossos caminhos, impedindo a vossa desvinculação
mental com o passado.

Pela afinidade natural que convosco
estabeleceram em experiências pregressas,
lograrão fácil acesso ao vosso psiquismo,
articulando aos vossos ouvidos inaudíveis
palavras de desalento.

Praticamente sem tréguas, insistirão convosco
na descrença, armando-vos o espírito contra
os companheiros que vos têm concitado à renovação.

Levantarão em vós suspeitas infundadas
a respeito daqueles que podem vos influenciar
para o bem.

Não raro, prepararão instrumentos para vossa
queda no rol de vossas afeições mais íntimas.

Nos lábios dos que tenham alguma ascendência
sobre vós, colocarão palavras que vos induzirão
a reconsiderar atitudes e decisões no campo da fé.

Os irmãos consanguíneos do Mestre o tinham
à conta de homem fora do seu juízo perfeito...

Quantos se fizeram cristãos nos primeiros tempos
do Evangelho começavam a ser chamados
ao testemunho no seio da própria família.

Os espíritos que lutam contra os propósitos
de espiritualização das criaturas envidam esforços
no sentido de que o seguidor de Jesus na Doutrina
Espírita vincule a causa dos problemas materiais
que enfrenta à sua nova opção de fé.

Por este motivo, os espíritas sempre facearão
acirrada perseguição material por parte dos opositores
da Terceira Revelação.
Além de sustentarem lutas cármicas pessoais,
defrontar-se-ao com os adversários
da Causa que abraçaram.

No entanto o amparo espiritual não haverá
de faltar a quem tome a decisão de renunciar
às facilidades transitórias.

Filhos, perseverai na fé e triunfareis!


Bezerra de Menezes/Carlos A Bacelli
do Livro A Coragem da Fé

Nenhum comentário: