10 de out de 2009

Crianças e Evolução



O que foi feito da criança que lhe confiei?
Todos nós, pais e mães, temos a obrigação
de dar um retorno ao universo a respeito
do ser que cuidamos e encaminhamos.

Para isso, temos que ter confiança,
determinação, amor e muita fé.

Sabemos que a criança se apresenta
com todos os seus caracteres e instintos,
personalidade e índole desde o berço.

Daí nosso papel de cuidar para que evite
o que a prejudicará e procure
o que a ajudará a crescer e evoluir.

Mas devemos respeitar a lei natural
do desenvolvimento do ser e respeitar
o seu livre arbítrio, porque
ele traz consigo todo o seu trajeto neste planeta.

Fazer tudo que nos é possível e permitido,
sempre com as melhores intenções mas isto só,
não basta.
Precisamos também da razão,
temos que ser enérgicos,
firmes nos propósitos e na ética,
para que tudo corra dentro do mínimo esperado.

Uma coisa importante é que não podemos deixar
de lembrar que um dia fomos crianças,
que passamos por todo esse mesmo processo.
Devemos compreendê-los, confiar e amá-los,
deixá-los ir para o mundo.
A nós, só resta orar e vigiar.

Mensagem Mediunica
SEGRAV

Nenhum comentário: