31 de ago de 2009

E só vivendo é que se aprende...



As lições da sabedoria custam caro!
Ninguém ganha ou perde nada.
Viver não é estar ao sabor da sorte ou do azar.
Viver é muito mais!

Mas, além do instinto básico de sobrevivência,
quem é que realmente valoriza a vida como uma
dádiva?

Em determinadas datas, os homens comemoram algo
e trocam presentes.
Contudo, seus corações não reconhecem
o grande presente que é a vida,
e seus olhos estão fechados para a compreensão
dos seus mistérios.

O presente que é dado pelo Supremo não tem data marcada.
É todo dia... Sempre! É a vida.

E só vivendo é que se aprende...

Wagner Borges

Nenhum comentário: